Ainda sem nome

Ainda sem nome está o remédio para a doença já diagnosticada, cujos sintomas já se sentem e que se tenta esquecer. Ainda sem nome é a nova medida, o novo sacrifício, a nova sujeição.

Por muitos anos temos colocado o velho Emplastro Sabiá sobre o lombo e agradecido a Deus pelo alívio na dor. A oração vai ficando cada vez mais fina e insuficiente, já não engana mais. A lancinação espera na próxima esquina, sabemos.

Por doença entendo o antropoceno, por emplastro o modelo político do Estado Nacional que, filho do pensamento moderno de crescimento infinito e recursos sempre a se encontrar pelas periferias, vai alcançando os limites do planeta.

Ainda sem nome está o remédio. Chamem-no comunismo, se quiserem. Mas será outro comunismo.

Anúncios

About ugolini

Mora em Curitiba.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: